Paróquia da Relva organiza Dia do Romeiro

O Rancho de Romeiros da Relva vai organizar o Dia do Romeiro 2019 no próximo dia 5 de maio.

Do programa preparado para este dia contam-se palestras, uma Missa Campal, Cantigas ao Desafio, atividades para crianças e uma função de Espirito Santo, com sopas.

“O Rancho de Romeiros Nossa Senhora das Neves, tentou, dentro das suas possibilidades, proporcionar um dia em que não falte nada” adianta a nota apelando a uma participação em massa dos romeiros e das suas famílias.

O programa começa com o acolhimento às 9h30, na Igreja de Nossa Senhora das Neves, seguindo-se a atuação da Charanga dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada e depois uma palestra sobre “Pernoita, Acolhimento em Família ” proferida por Leonor Sousa e Estrela Medeiros. Às 11:15 Santos Narciso falará sobre “”Romeiro, Evangelizador ativo e autêntico”.

Ao meio dia será celebrada uma missa campal, seguida de uma função do Espírito Santo, com Sopas.

O programa de variedades está agendado para a tarde, no Parque de Estacionamento do Salão Paroquial de Nossa Senhora das Neves.

Soldados do exército apoiam romeiros da Fajã de Baixo e Furnas

A prática actual dos Romeiros de São Miguel, que outrora se designava por Visita às casinhas de Nossa Senhora, e que segundo a convicção atual tem a sua origem nos terramotos e erupções vulcânicas do século XVI, constitui um fenómeno etnográfico de grande interesse, não só pela originalidade de certos elementos que lhe são inerentes, mas também pela persistência dessa manifestação ao longo dos séculos.

Podemos definir os Romeiros de São Miguel como grupos ou ranchos de penitentes que, durante uma das semanas da Quaresma, percorrem a pé a ilha de São Miguel e visitam praticamente todas as igrejas e ermidas da ilha.

Nos dias 22 e 28 de março de 2019, o Regimento de Guarnição N°2 prestou apoio aos Ranchos de Romeiros de São Nicolau de Sete Cidades e de São José de Ponta Delgada respetivamente, oferecendo-lhes uma refeição e cuidados de saúde.

Em coordenação com o Capelão da Zona Militar dos Açores, o Regimento de Guarnição No2 (RG2) foi ao encontro destes dois grupos, na Fajã de Baixo e nas Furnas, servindo-lhes uma refeição, através de uma equipa de alimentação, bem como foram prestados cuidados de saúde, através da Unidade de Saúde Tipo II, do RG2.

O RG2 teve 18 militares seus integrados neste movimento paroquial que no total contou com 52 Ranchos de Romeiros.

In: CA

X Romaria Infantojuvenil da Zona Oriental do Concelho da Ribeira Grande

No dia 3 de abril (4ª feira) a Rede dos CATL – Centro MultiAtividades| polo da Maia, Lomba da Maia e Ribeira Funda, São Brás, Porto Formoso, Fenais da Ajuda, da Santa Casa da Misericórdia do Divino Espírito Santo da Maia, promoverá a “X Romaria Infantojuvenil da Zona Oriental do Concelho da Ribeira Grande”, em parceria com as Paróquias da Ouvidoria dos Fenais de Vera Cruz.

Nesta mesma data, será assinalada a abertura oficial dos 100 anos da Santa Casa da Misericórdia do Divino Espírito Santo da Maia, aquando da celebração da Eucaristia (a decorrer na igreja Matriz da Maia, às 18h).

A Romaria Infantojuvenil possui como objetivos sensibilizar as crianças e jovens para a importância das tradições e identidade sócio local, estabelecer um intercâmbio intergeracional entre irmãos, consciencializar o grupo para o valor da oração e da união, enriquecer a formação espiritual de cada agente educativo, cultivando a fé e esperança e desenvolver competências no seio da educação para a cidadania e para os valores.

O convite estende-se também à participação e acompanhamento das crianças ao longo da caminhada, de forma a usufruír do espírito da romaria dos pequenos romeiros da costa norte do concelho da Ribeira Grande.